Aumento de corridas de rua gera oportunidades de negócio

Serviço de RunPass é lançamento na modalidade

 A cada final de semana corredores por todo o Brasil saem às ruas para participar de competições. A modalidade caiu de vez no gosto do brasileiro, com um aumento anual de 20% na participação em provas desde 2016, conforme o “State of Running 2019”, primeiro mapa global de corrida recreativa. O estudo, organizado pela Associação Internacional de Federações de Atletismo e o site RunRepeat.com, analisou dados de 193 países.

O impacto do aumento das corridas de rua e da participação de corredores não está relacionado somente ao lazer ou esporte, mas também à economia. De acordo com um boletim emitido pelo Sebrae, a modalidade movimenta um mercado de 3,1 bilhões de reais ao ano no país, impulsionando o surgimento de novos negócios em turismo, serviços e comércio.

Empreendedorismo no esporte

Foi visando oportunidades neste mercado que o empreendedor André Coelho deu início ao Run Club. Praticante de corrida de rua há 20 anos, em 2016, começou a conectar corredores viajantes com os serviços de assessorias esportivas locais. Por meio das tradicionais tendas em provas, as assessorias oferecem massagem, alongamento, guarda-volumes, piscina de gelo, e demais benefícios, para participantes de outras cidades.

“O número de pessoas que viaja para competir em corridas tem aumentado de forma significativa nos últimos anos. Estes corredores costumam ficar sem nenhum suporte no momento da prova, por isso, o Run Club faz essa conexão entre as assessorias esportivas e os participantes de fora”, explica o CEO, André Coelho.

Além das tendas, a startup ainda conta com mais dois serviços: reserva de hospedagem com até 70% de economia e o RunPass, como a mais recente novidade. Em um plano de assinatura mensal ou por meio da contratação de aulas avulsas, o serviço proporciona o compartilhamento de treinos. Assim, os corredores viajantes de assessorias parceiras podem fazer aulas preparatórias com equipes de outras cidades. “O serviço de RunPass é novidade no mercado. A gente criou algo específico para corredores de rua e assessorias esportivas”, destaca André.

Cobertura

Hoje, o Run Club, startup de Florianópolis, está presente em 20 estados brasileiros, com mais de 40 assessorias esportivas parceiras. Desde julho, a empresa é acelerada pelo Sevna Startups, aceleradora de Ribeirão Preto. Os últimos meses também foram marcados com premiações e reconhecimento, inspirando planos ainda mais desafiadores para o futuro: “Com o suporte do Sevna, a gente tem um processo de internacionalização para ser feito no segundo semestre do ano que vem”, comenta André.